Mudança Tática no Corinthians


Tite está invicto no comando do Corinthians. Mesmo assim entra mais do que pressionado hoje, contra o Tolima, em Ibagué. Também… pudera, se fosse José Mourinho no comando já estaria ameaçado, ainda mais o simples Tite, maldosamente apelidado por alguns torcedores de Empatite.

 

Bruno César tem caído de rendimento, o esquema tático não o favorece e ele perdeu seu grande companheiro de meio de campo, Elias. Além disso, foi publicamente cutucado por Ronaldo e agora perdeu seu lugar no time – mas não deve ter muito trabalho pra recuperá-lo. Tite aproveitou o gancho e deu cabo no 4-3-3 tanto pedido por comentaristas, torcedores e diretoria, recentemente – mas que não funcionou esse ano – e vai sim entrar com 3 atacantes de ofício, mas com Jorge Henrique na função de armador.

O time que fez o último treino como titular tinha: Júlio César, Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos, Ralf, Jucilei, Paulinho, Jorge Henrique, Dentinho, Ronaldo .

Com Roberto Carlos machucado, Fábio Santos entra pra fazer o simples, e não deve ser muito acionado para subir ao ataque, função que Alessandro deve realizar hoje, ainda que não esteja no melhor ritmo de jogo. Com 3 volantes no meio campo, há um espaço maior para as tão importantes subidas surpresas de Jucilei, Paulinho e até mesmo Ralf – o último com muito mais raridade. Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo devem revezar-se entre meio e ataque, mas a princípio a função fica a cargo do sósia de Romário.

O esquema é arriscado, improvisado e vai gerar muitos questionamentos caso não dê certo, visto que temos Bruno César e Danilo para a função de meia, e ainda assim Tite coloca um atacante para realizar a função. Além disso, depois do golaço na estréia, o lobby para a titularidade de Luiz Ramirez foi muito forte, ainda mais pelo peruano ter experiência em Libertadores.

O resumo da ópera pode muito bem ser definido: o jogo que definirá a temporada do Corinthians é hoje, e o prognóstico é bem ruim. Jogo fora de casa, gramado ruim, time adversário razoável, Corinthians em sequência de 4 empates a o principal: o fato de o jogo ser pela Libertadores.

A Libertadores no Corinthians é diferente. Ela é uma aposta alta. Acompanhando entrevistas de jogadores das categorias de base, vê-se que a maioria sonha em subir pro profissional e ganhar uma Libertadores pelo Corinthians. Não é a toa… todo mundo sabe que isso seria uma consagração quase inalcançável, assim como o então reserva Basílio alcançou em 77, ou o agora desconhecido Tupãzinho conseguiu em 90, ou o próprio Neto, que só é chamado de craque por conta do primeiro Brasileirão ganho pelo clube do Parque São Jorge.

Em caso de resultado positivo na noite de hoje, mais reforços virão, mais blindagem será dada ao elenco e mais confiança ao treinador, mas em caso de derrota… bom, aí resta só agradecer pelo jogo não ser no Pacaembu, além de reforçar o policiamento no aeroporto.

A Libertadores no Corinthians pode consagrar. Mas pode destruir também…

*Por Luis Felipe Ferreira

Anúncios

One response to “Mudança Tática no Corinthians

  1. Acho uma aposta muito arriscada para o time que entra em campo hoje… se fosse sacar o Bruno Cesar, provavelmente jogaria com danilo no lugar.

    Mas vamos ver como rola na hora

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s