O melhor jogo da competição (e outros melhores virão)

Você vence o atual campeão na casa dele, sem sofrer gols. Ótimo resultado! Melhor ainda por ele ser seu algoz na última edição. Aquele gostinho de vingança faz um bem danado não é?

Os dias passam… seu time é acertadinho, o meio campo cria a marca, a defesa é forte, a torcida esta empolgada e vai fazer aquela festa quando entrarem em campo, no seu moderno e caloroso estádio, para um jogo em que o contra-ataque será sua grande arma. Do jeito que você gosta.

Assim estava o Bayern de Munique. Sentia-se bem, confortável e estava na ponta dos cascos para a vitória. Tudo certinho não é?

Antes do jogo, homenagem às vitimas do terremoto no Japão.

Era.

 

Uma bola de Pandev para Eto’o, com 3 minutos de jogo, faz com que toda a vantagem duramente conquistada não valha de mais nada.

3 minutos…

No jogo da Itália, a Internazionale bombardeou o adversário como pode – com grande atuação do goleiro Kraft – mas não conseguiu furar a defesa germânica. Felizmente, quando precisou o gol veio. Tudo igual na Allianz Arena. E uma partida com ingredientes para ser inesquecível.

E foi…

Os bávaros foram ao ataque com tudo que tinham!! Muller, Gomez, Robben… o Bayern pressionou e se impôs o restante do primeiro tempo, valendo-se da torcida e do recuo dos italianos. Foi forte. Foi com tudo. E virou o placar!! No primeiro falha de Júlio César. No segundo, azar de Thiago Motta que desvio uma bola para dentro da área com Muller sozinho na cara do gol. Dia ruim para os brasileiros… e virada alemã!!

Vantagem de volta. Tranquilidade. A Inter vem lançando-se loucamente ao ataque. Faz o que pode. Fica vulnerável atrás… muito vulnerável!!! Tem finalmente o contra-ataque que desejava… tem… e perde!!! Uma…duas…três… quatro, todas!!! INACREDITÁVEL!!! É de assustar a quantidade de oportunidades perdidas (http://migre.me/43jCU) Chances demais para quem deveria matar o jogo em seus domínios… chances demais para quem deseja ser campeão…. chances demais para ficar impune… e não ficou! Como diz o filósofo; ” A bola pune”! Mas perdoa também… perdoou Júlio César que foi espetacular após a falha, salvando tudo e mais um pouco, e puniu o Bayern com mais uma virada no jogo!

A Inter de Milão faz com Sneijder e aos 42, Eto’o retribui o passe do primeiro gol e serve Pandev que vira o jogo. O combalido Bayern – pela virada sofrida e pelos gols perdidos – não tem forçar para lutar. Vitória italiana!!!

Junto com Eto'o, Pandev fez a diferença!!

Internazionale passa para as quartas-de-final da UEFA Champions League. Um time fortíssimo continua… outro, cai. Quem segue parte mais forte, e feliz; esteve no melhor jogo do ano até aqui… e venceu!!

 

POR YURI MOLEIRO

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s