Campeonatos Europeus na Reta Final (Parte 2/7)

Com os campeonatos nacionais na Europa chegando ao fim, achei interessantes fazermos uma analise rápida do que aconteceu em suas principais ligas até então.

Vamos começar:

CAMPEONATO ALEMÃO

 

 

 

Disputada desde 1963, a principal competição do futebol alemão conta com 18 equipes, sendo que as 2 ultimas são rebaixadas e o antepenúltimo disputa um play-off com o terceiro colocado da segunda divisão. Os dois primeiros vão diretamente à Champions League e o terceiro vai para o Play-off da mesma. Quarto e quinto vão para os play-offs da Europa League, enquanto o sexto vai para a fase classificatória anterior da mesma competição.

Neste ano temos grande mudanças do que se diria um “campeonato típico” em terras germânicas. Líder isolado, o Borussia Dortmund vem com boa vantagem. Apesar de alguns tropeços nas últimas rodadas (ansiedade talvez) possuía uma distancia tão grande de seus perseguidores que podia se dar ao luxo de queimar gordura. Mas não pode mais. Faltando apenas 7 rodadas (21 pontos em disputa) tem 7 pontos a frente do segundo colocado Bayer Leverkusen. A diferença é considerável, mas se o Borussia dormir no ponto, pode perder um título quase impossível de se deixar escapar. Mas não acredito nisso realmente…

Borussia Dortmund conta com seu artilheiro, o paraguaio Lucas Barrios (11 gols) para tentar o título que não conquista a 9 anos!!

O Leverkusen talvez seja prejudicado pelo falatório da saída de seu treinador, Jupp Heynckes, confirmado como próximo técnico do rival Bayern de Munique. Mesmo saindo só após o fim da temporada, não acho que esse tipo de negociação na reta final de um campeonato importante favoreça seus atuais comandados.

A campanha ruim do Bayern também merece destaque, assim como a de Schalke 04. Para o supercampeão bávaro, 22 vezes vencedor do nacional, um quarto lugar, sete pontos atrás da classificação direta para a Champions League e com uma derrota vexatória na edição deste ano do torneio continental nas mãos, e palavra ruim parece apropriada para o desempenho do time de Munique. Talvez ainda consiga uma posição melhor, mas se não estabelecer uma constância pode ver até a quarta posição ameaçada, já que o Mainz, quinto colocado, não é um time bobo. O Schalke sofre do mal contrário; classificado na Champions League e mal no nacional. O time está em décimo com apenas 33, longe de qualquer chance de se manter disputando competições européias. Além do mais, acaba de perder seu técnico (e general autoritário) Felix Magath após a derrota de 2 a 0 para o Leverkusen. Melhor aproveitar e vencer o duelo contra a Internazionale de Milão nas quartas-de-final da Champions (o que eu duvido) para tentar não ficar tanto tempo longe da competição.

Reza Diego porque a coisa tá feia...

Já a campanha do Wolfsburg só pode ser descrita como péssima. Campeão da Bundesliga em 2009, com Grafite como artilheiro, a equipe decaiu muito aparece na 17ª posição, com 27 pontos. frequentando agora a zona de rebaixamento, é um triste momento para quem a pouco conquistou tanto. Nem Diego, nem Josué, nem Grafite parecem poder salvar o time, mas ainda há algumas rodadas pela frente. Reagir é preciso!!

 

POR YURI MOLEIRO

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s