Tragédia (?) no Rio

Você, leitor, já deve ter percebido que os noticiários adoram falar que a vítima é sempre estudante.

Estudante é espancada após dizer que era vítima de bullying

Homem invade escola, atira contra alunos e mata no Rio de Janeiro

Sabe por quê? Porque essa palavra passa a imagem de ingenuidade.

Ingenuidade?? Veja bem. Não sei por que tanto falatório em cima de um caso desse. Era mais do que esperado. Aliás, coisas piores são bem mais esperadas.

Referendo 2005

Em 2005, um referendo perguntou à população se a venda de armas e munições deveria ser proibida para civis. A população respondeu não: a venda de armas e munições não deveria ser proibida a civis.

Ou seja, qualquer pessoa poderia ir numa lojinha e comprar uma arma. Pra quê? A pergunta certa é “por quê?”.

Polícia para quem precisa

Porque a população não sente segurança. A população paga impostos. Impostos são pagos para gastos do Estado. Polícia é gasto do Estado. Polícia ganha mal. Polícia precisa arriscar a vida pra defender a população. Polícia ganha mal, pra que arriscar a vida? Você arriscaria? Sabendo que o bandido tem armamento muito mais pesado, ganha muito mais que você, tem muito mais estratégia e sabe onde você mora?

Velho oeste

Não tendo a polícia pra proteger, não sentindo segurança, a população começa a fazer justiça com a próprias mãos. Cada um se defende como pode. Você, que mora em uma grande cidade, me responda: quem vive na prisão, o bandido ou você? Sua casa tem cerca elétrica, tem grades, você evita sair de casa com medo…

Alguns se confinam, alguns exigem seus direitos de ir e vir. Vendendo arma ou não para o público, o público vai encontrar arma. Seja no tráfico, seja contrabando, seja no exterior… É fácil comprar e comercializar armas. Com uma arma na mão eu ponho fogo no país.

O cara que sai prá rua armado sem intenção do crime e é assaltado, quando o assaltante vira de costas o que acontece? Ele atira. Ninguém viu, ninguém vê, ninguém liga.

Numa briga de trânsito, o cara, revoltado, saca uma arma e mata outra pessoa.

Deixou de ser legítima defesa. Ter arma virou quase obrigatório. E sorte de quem sobreviver.

O benefício da saída temporária

Os presos nesse país são destratados? Sim. Dane-se. Eles conhecem a lei. Por que a infringiram? Agora, porque o rapaz tem bom comportamento dentro da prisão, ele merece sair pra ver papai e mamãe na Páscoa? Ah, por favor! Quanta inocência! É óbvio que ele vai fugir. É óbvio que não vai voltar. Tem que ser muito honesto pra voltar. E se é honesto, não deveria estar preso.

Quantos crimes se vêem de ex-presidiários que estavam foragidos após o benefício da saída temporária?

Irmãs em Cunha foram mortas por foragido, diz polícia

Lágrimas de crocodilo

Dilma chora e pede minuto de silêncio por alunos mortos no Rio

Chora, Dilma?! Você é quem tem que fazer alguma coisa!

Chora, Dilma?! Esse é um caso entre milhares! Isabela Nardoni é um caso entre milhares! Chega de hipocrisia, chega de achar que crime é coisa isolada no Brasil. A coisa está desembestada. Daqui a pouco vai ser bandido cometendo crime contra bandido!

Direitos humanos de cu é rola

Direitos humanos reposicionam diplomacia do Brasil sob Dilma, dizem analistas

Direitos humanos é o caralho! Agora aparecem analistas e psicólogos de todos os cantos explicando essa putaria! Enfia essas teorias no cu! Se o Congresso não fosse essa zona que é talvez o país não fosse essa zona que é. Direitos humanos dos presos? Dos bandidos? E da população, que não pode sair de casa, que é assaltada, que é morta? Não tem direitos também? É muito direito e pouco dever.

Se a polícia ganhasse bem, se o efetivo fosse maior, se a inteligência fosse maior, se a educação fosse privilegiada, se não existissem tantas bolsas auxílio-vagabundo, se as fronteiras fossem fechadas, se as cadeias fossem maiores, mais bem estruturadas, mais seguras, se a lei de 60 anos atrás não beneficiasse tanto os bandidos, aí sim poderíamos falar de futuro. Mas este país de merda não vai ter futuro nunca! Tudo isso porque o governo de hoje não quer fazer nada que tenha reflexo daqui 20 anos, quando a oposição pode estar no poder: ela quer que o povo sinta melhoria, mesmo que falsa, agora!

E agora aparecem teóricos de todo lado falando que o assassino da escola participava de seitas, que era deficiente mental, que o caralho a 4. A culpa é minha eu ponho em quem eu quiser. Parem de empurrar com a barriga: a culpa é do Estado, totalmente do Estado. O homem é produto do meio.

É bullying pra cá, é direitos da criança pra lá, não pode bater nos filhos, carrinho no futebol é proibido…

Mas enquanto os bonitões de terno e gravata estão tranquilos em suas mansões e Mercedes blindadas, o país está bem, obrigado.

Pão e circo

No país do BBB e do Orkut, dai a César o que é de César. O povo ganha auxílio moradia, auxílio saúde, bolsa família, bolsa escola, bolsa desemprego… Você, que me lê, já pesquisou sobre essas bolsas? Vou te dar um exemplo: essa bolsa desemprego dá ao trabalhador 6 meses de salário mais uma porrada de bonificações porque foi demitido. É dinheiro pra caralho! Não seja hipócrita: o que o país faz é dar o peixe, não ensina a pescar.

Outro exemplo: cotas em faculdades públicas. Porra! Não precisa ser muito esperto pra saber que, se o molequinho da favela não consegue entrar na faculdade, é porque o ensino básico é uma merda! Se ele tivesse 8 anos de estudos como tem o aluno da escola particular, ele brigaria de igual pra igual. Aí vem o governo e dá essa cota pra ele. Ele vai brigar com seus iguais por uma vaga. Aí, chega na faculdade, e não acompanha o ritmo. É jubilado ou desiste. Pra onde vai? Prá rua. Mas o que o povo vê? “Ah, o governo me dá comida, me dá estudo, me dá casa.” Vá à merda! Se você quisesse algo direito, faria sua parte e não viveria de esmolas do governo.

Agora vem essa pataquada de Copa do Mundo pro Brasil. Já deram o pão, agora vão dar o circo. Vai ser dinheiro público corrompido e correndo prá Suíça maior que a vazão do Rio Amazonas. Em 4 ou 5 lugares vai ter um estádio de futebol com esquemas bem armados e seguros. Você já viu o tamanho desse país pra ter 4 ou 5 lugares seguros?

Mas o gringo vem pra cá, come umas vadias, e vai embora pro seu país de primeiro mundo. O que vai sobrar aqui? Entulho, lixo, elefantes brancos no Pantanal e na Amazônia. No que o Brasil vai crescer? Em nada. Pode escrever o que eu digo.

América latrina.

Anúncios

13 responses to “Tragédia (?) no Rio

  1. O Lula não só implantou o Bolsa-Família, como também deu aumentos substanciais para as bolsas de Mestrado e Doutorado. Ele poderia ter voltado todas as suas atenções somente para as classes menos favorecidas (e não estaria de todo errado), mas demonstrou sua grandeza pensando em todos.

  2. Há muitas questões a serem consideradas.
    Desarmamento. O desarmamento poderia ter diminuido o numero de vitimas, mas não significa que teria evitado o que aconteceu. Ano passado na China, um maluco, mato 7 pessoas na escola com uma faca. Mesmo com uma faca, crianças estariam indefesas.
    Leis mais rigidas. Sim leis e punições mais rigorosas são necessárias para combater os criminosos. Mas neste caso especificamente o efeito não seria satisfatório. Estamos falando de um paranóico, e suicida, que não se importa com a lei ou se vai ser preso. Então isso não o impediria de agir.
    Bullyng. Sim deve ser combatido. É algo que pode desencadear esse tipo de coisa, ainda mais quando a vitima é uma pessoa desequilibrada como foi o caso. Não estou falando que justifica o que ele fez. Nada justifica. Mesmo que fosse contra as pessoas que praticaram bullyng contra ele. Mas bullyng é algo a ser combatido e pode ter dispertado a mente paranóica para agir. Por isso ele escolheu a escola para atacar.
    Mas o importante é como evitar esse tipo de coisa? Neste caso especificio, mais que desarmamento, combate ao bullyng, ou implantação de Leis, temos medidas mais simples e eficientes. O governo poderia implantar vigilantes, seguranças, nas portarias das escolas publica, melhorar o sistema de segurança (com detector de metais, etc). São medidas que conteriam o acessos indesejados, e melhoria inclusive a violencia presente nas escolas, mesmo quando não ocorrem essas tragedias e mortes.

  3. Excelente texto.
    De pleno acordo quanto ao maior culpado de tudo isto: o Estado.
    Senhor Governador, deixe de ser hipócrita e ponha a cara para bater.
    Dilma, um minuto de silêncio não ressuscitará os inocentes que infelizmente se foram.
    Parem de perseguir e extorquir bicheiros e camelôs, ponham os guardas municipais para trabalhar nos arredores das escolas, e os tais detectores de metais certamente teriam evitado essa catástrofe. Inadmissível !
    Que Deus os abrace em seu reino, e aliviem a dor de suas famílias.

  4. É a mesma grita do pessoal que fala “minha empregada largou o emprego pra viver de bolsa família, um absurdo!”. Como ousa uma desvalida largar de sua tábua de salvação – um empregão de doméstica, sem registro – pra se dedicar a outra coisa, talvez estudar ou investir em algum outro projeto próprio, já que tem outra fonte de renda?
    Tem também o povo do “essa gente que recebe Bolsa Família agora vai ficar fazendo filho, porque é a gente que sustenta”.

    Espero que já que desdenha, nunca precise dela.

  5. Os pais só aparecem na escola para reclamarem que perderam o bolsa esmola, nunca vão para exigir guarda na escola, educação de qualidade, mais vagas, etc. Uma das exigencias do bolsa esmola é que os filhos tem que estar na escola mas não exige notas boas, o aluno tira nota ruim mas o importante é que eles estão na escola e os pais para não perderem a bolsa mandam para a escola seus filhos doentes, até mesmo com fome.

  6. um vagabundo desses que faz isso com crianças não mere compaxão

    é só um pedaco da violencia que todo dia atinge o povo aqui do Rio estamos fartos disso!!!!!!!!!!!!!!!!

    menos palavras e mais ação.!!!!!!!!!!!!!! tem uns vagabundos q soh passando fogo mesmo!!!!!

    esse é um deles

    meus pesames as familias… o rio sofre com voces

    tenham fé q em deus a dor se torna redencão

  7. discordância aceita huauhahua

    Afinal, se debate foi feito para convercer os outros, mais do que para expor opiniões, em muitos temas as pessoas cairiam em looping infinito de argumentos o.O

    o texto fico show… vou fazer a “rodada” de divulgação dele agora, dps das 4

    falow

  8. Algo especialmente comum em um blog escrito a oito mãos é a discordância de opiniões. Coisa natural de fato, corriqueira e digo que muito desejável.

    Por esses motivos, devo apenas dizer que concordo e discordo de outros momentos da argumentação do Arce pelo pontos a seguir expostos:

    REFERENDO 2005: fiquei decepcionado com o resultado daquele referendo realmente, foi uma chance perdida para a sociedade mostrar (mais do que os resultados práticos que surgissem desta medida, que a meu ver seriam bem poucos, de ambos os lados) uma mudança de pensamento sobre este tipo de questão.

    POLICIA PARA QUEM PRECISA: Concordo totalmente com o que foi dito! Falasse muito da falta de confiança da população na policia (com seus bons e maus elementos) e muito pouco sobre as condições inadequadas que estes profissionais tem para trabalhar. E também, raramente se ouve em grande midias o debate de que o aprimoramento da Segurança Pública vai MUITO além da relação policia/bandido…

    VELHO OESTE: De acordo com a questão da “prisão da classe média” como disse um psicanlista francês famoso que eu esqueci completamente o nome… isso vale também para fomentar a grande industria da segurança privada, uma das que mais cresce no país, e totalmente à porva de crise financeira. Mas pô, a comparação com o velho oeste foi sacanagem uhahuauha xD

    O BENEFICIO DA SAÍDA TEMPORÁRIA: Ao meu ver, uma das maiores aberrações juridicas deste país. Não questiono o fato de que, em alguns casos, este tipo de medida possa até auxiliar a recuperação do preso… mas a impressão que tenho é de que o benefício é muuuuito abrangente!!! Devia ser concedido apenas em casos muito especiais, assim como o regime semi-aberto, com horas de trabalho que abatem o tempo da pena do encarcerado. Muitos dos que deviam trabalhar de dia e voltar a prisão apenas para dormir não cumprem as determinações deste beneficio, inclusive cometendo crimes no período. Todos estes programas podem ser valiosos se melhor (ou muito melhor) utilizados.

    CHORA DILMA: Acho que já temos bandido comento crime contra bandido…

    DIREITOS HUMANOS DE CU É ROLA: Nesta parte eu discordo. Primeiramente na critica parece que os bandidos são tratados a pão-de-ló no Brasil… acho que isto cabe só aos mais importantes… aos engravatados zanzando de Ermenegildo Zegna pelas rampas de Brasília, mas em geral, o pé-de-chinelo que está na cadeia não se sente num hotel de luxo nem espera pelas providências de uma justiça que tarda… e muitas vezes falha!! O sistema carcerário neste país é uma piada de mal gosto, e um dos elos fracos em politicas de segurança pública. O judiciário precisa de reformas que o setor politico insiste em postergar, mas o fato de que se veja os infratores da lei como um todo como privilegiados não faz sentido para mim. As cadeias são grandes “galpões de gente” sem ter o q ue fazer que ficam apenas perdendo seu tempo fazendo o mesmo que faziam lá fora: bandidagem. Não corrige, não educa… e se não conseguisse nada disso,nem sequer evita que os presos continuem a realizar as ações que os levaram para dentro das celas… não passa de uma sala de reuniões de luxo para meia dúzia de figurões do baixo clero do tráfico… O acesso das pessoas comuns à Justiça é desumano, essas estruturas só funcionam quando pressionadas, o que não garante a todos o acesso ela. As vezes parece um beco sem saida.

    Primeiro que o Brasil está longe, realmente longe de ser um pais que cumpra realmente seus compromissos internacionais assumidos nas áreas de direitos humanos. Talvez se os cumprisse totalmente, nosso governo seria muito mais íntegro e respeitável. É comum culpar os “direitos humanos” em questões de grande repercussão, mas, antes de tudo, é o não cumprimento deles que torna as coisas realmente graves. Direitos humanos não protegem bandidos; protegem pessoas (bandidos inclusos, que sim, as vezes devem ser protegidos). Fazem parte dos direitos humanos seu direito de ir à igreja e professar uma fé, de se organizar em um partido ou uma associação, de votar e ser votado, de não ser molestado por ter uma cor de pele ou orientação sexual diferentes, de poder ir livremente de casa para o trabalho sem o risco de ser abordado e preso sem justificativa, de ter igual direito, sendo homem ou mulher, de ter uma opinião diferente e não ser incomodado por isso (desde que essa opinião não machuque os demais no seus próprios direitos), de ter um emprego decente, de não ser torturado gratuitamente, de ter acesso a um julgamento justo e não ser condenado sumariamente… se alguém quiser mesmo acabar com “essa merda de direitos humanos”, tudo bem… mas me avisem antes, porque não vou querer ser o último a apagar a luz.

    É muitos morrem por isso. Ativistas e defensores lutam contra exploração de terras, trabalho escravo, pelo direito a moradia… no MA, recentemente, testemunhas de um crime e fiscais do Ministério Público tiveram que fugir por suas vidas em Açailândia, por denunciar poderosos fazendeiros locais… foram expulsos a bala da região… e a culpa é dos direitos humanos? Se algo tem culpa realmente,é o fato de que a população em geral ou não age para ter ou não tem acesso a meios de combater as injustiças que venha a sofrer.

    O comentário veio quase na toada do “bandido bom é bandido morto”!! Afinal de contas, matar é a solução, porque pau que nasce torto não tem jeito, morre torto. E, na periferia, filho de peixe, peixinho é. Revidar é nosso direito, pois quem com ferro fere com ferro será ferido. Ou eles ou nós, pois o pior cego é aquele que não quer ver! Ainda há grande dificuldade, ao meu ver, de parte da população notar que o papel do Estado é fazer justiça, e não vingança. Deixe a vendetta para quem quiser arcar com as consequências!! Ninguém está sugerindo que o Estado deve entregar o monopólio da violência aos bandidos; se tiver que matar, infelizmente, ele irá matar. Mas por necessidade, não por prazer; em combate, não de forma preventiva; seguindo a lei, e não por capricho personalista.

    PÃO E CIRCO: este também discordo… podeira inferir que deve estar receoso então com o aumento do bolsa-familia programado para este mês; subirão 19,8% nos repasses, podendo chegar a 45,5% (para quem tem filhos de até 15 anos). Isso significa um pagamento de R$ 32,00 a R$ 242,00, com valor médio de R$ 115,00, uma verdadeira fortuna realmente… com uma valor desses, realmente temos uma maquina de criar vagabundos, já que isto paga aluguel, luz, gás, vestuário, transporte… todos de qualidade… para as 50 milhões de pessoas beneficiadas (fora os espertinhos de um programa que precisa ser revisado realmente, para atingir apenas aqueles que precisam).

    Com o perdão da irônia – ótimo recurso argumentativo, mas bastante polêmico as vezes – a maioria dos críticos do programa não reclama de sua existência realmente, mas sim da eficácia das portas de saída – para garantir que as famílias tenham autonomia econômica – e de usos eleitoreiros do mesmo. Cálculos do Institutos de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) mostram que a cada real repassado pelo programa, o Produto Interno Bruto brasileiro aumenta R$ 1,44. Ou seja, o Bolsa Família teve o mérito de retirar 3 milhões de pessoas da extrema pobreza, mas também fazer rodar a roda da economia em comunidades do interior do país, o que, convenhamos, não é pouca coisa.

    Levanto apenas a seguinte questão: se estes programas são uma maquina de gerar vagabundos (assumindo que isso não seja preconceito e sim verdade, e que não seja exceção e sim a regra) só há uma conclusão útil: os empregadores dessas localidades devem estar pagando MUITO, MAS MUITO MAL mal a mão-de-obra para que ela desista de trabalhar por uma merreca furada como o repasse médio do Bolsa Família!

    Argumentos como “O pobre não terá incentivo para trabalhar e vai se acostumar na pobreza” e “Não adianta dar o peixe, tem de ensinar a pescar” não fazem sentido para mim… pobre gosta de ser pobre por acaso? Gosta de viver na lama, na rapa do tacho social? Não seria aquela graninha extra no fim do mês que em vez de ir para o feijão pode ir ir para um curso técnico, uma cama nova ou um fim de semana em familia? Não vejo como isto poderia ser ruim…

    Terminado meu momento politico no blog hehehe

    Abraços

    *informações e dados retirados do blog do sakamoto

    • Yuri, tive paciência pra ler o comentário inteiro.
      hehehe
      Começo concordando que a divergência de opiniões é válida, saudável e necessária. É gente como você com quem gosto de conversar, que tem opinião embasada em fatos.
      Além de me mostrar algumas falhas no meu modo de pensar (porém, me desculpe, alguns ainda discordo :P), trouxe informações que poucas pessoas têm.
      Muito válido, muito importante.
      Obrigado :)

  9. Moro com o seu irmão, e ele está divulgando este post.

    Parabéns pelo post, está excelente e de primeira classe.
    Gostaria de divulgar mais abertamente, para pessoas de outros cursos da faculdade, especialmente dos cursos Ciências Sociais, e etc.

    []’s
    Ásia

    • Fala, Asiático!
      Fique à vontade pra divulgar.
      Apenas peço que coloque uma referência, o nome do site, por exemplo.
      Obrigado pelos elogios.

  10. Cara, a situação tá muito pior que o divulgado nas escolas. Aluno hoje é estatística, é irrelevante, sua única função é gerar poder e dinheiro pra quem “manda” desde políticos, até os peixes pequenos, diretores, professores, que de alguma forma se renderam a situação atual.
    Explicando, as escolas estão pouco se fodendo para qualidade de ensino, segurança, o que eles querem é ganhar os malditos bônus que ganharão se o aluno tiver uma nota boa, e como sabemos, pra ter uma nota boa não precisa estudar, é apenas uma questão de marcar a nota na caderneta, e é o que eles fazem. Aprendendo ou não, ele vai receber a nota, ser promovido do jeito que todos esperam, burro, pois assim os diretores e professores “caciques” (pq existem bons professores, eu tento ser um deles inclusive) e os políticos continuam no poder.
    É, nosso país aprendeu com a ditadura, viu que obrigar e censurar não adianta, o lance mesmo é manipular. =/

    • Excelentes informações, Lucas.
      Acrescenta muito!
      Como não sou bem desse meio, apesar de ter os pais professores, seu comentário inclui dados que a população como um todo desconhece.
      Obrigado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s