Copa América e falar mal da Seleção

Depois que a Seleção Brasileira perde alguma competição, seja ela qual for, instantaneamente aparecem  uns tipinhos, que vomitam: “ta feia essa seleção, viu”, “precisava por as muié pra jogar ai”, “mas ta uma bosta esse técnico, carai”, “já foi bem melhor esse Brasil”.

O povo só aceita a vitória e nada além da vitória. Ninguém consegue enxergar um trabalho sendo feito, analisar as falhas e propor mudanças. Imediatamente, os mais apressados e cegos já começam a dizer que os jogadores são mercenários e o técnico é um bosta. Quer dizer, se aquela bola do Pato defendida pelo goleiro com o pé passasse por centímetros e tivéssemos ganho, o time estaria legal, melhorando e ‘vamo lá’! Centímetros que não seriam influenciados nada pelo trabalho do técnico e dos jogadores mas que mudariam a visão sobre os mesmos. O futebol tem tanta importância para o Brasil enquanto referência e fonte de auto-estima que qualquer derrota é uma catástrofe e por isso ninguém pensa muito antes de diagnosticar: esses caras não tão jogando nada; esse técnico tem que sair, pelo amor; esses jogadores não tem amor a camisa.

Não é nada disso! E, mesmo que fosse, diriam isso sem pensar e sem saber explicar por que dizem. O pior de tudo é saber que essas pessoas não entendem nada de futebol, no máximo assistem aos jogos da Seleção – muitas vezes nem isso. Minha mãe hoje mesmo falou “foi muito feio isso ai” sem ter visto nenhum jogo. Não tem muito o que ser feito, é o preço que o futebol paga por ser o esporte maior e mais impactante para as pessoas – ainda mais no Brasil.

O fato é que poucos gostam mesmo de futebol. Do futebol como um todo. Precisamos pensar o motivo de termos empatado tanto nessa fase do trabalho do Mano, muitos em 0 a 0. Perdemos para Argentina em uma falha individual, do Paraguai nos pênaltis. Criticam o Ganso, mesmo com os passes de 3 dos 6 gols da Seleção nesse Copa América. O Neymar, mesmo tendo arrastado marcação, feito dois gols e com outro saindo de um rebote dele. Criticam o Pato que estava em franca evolução, o Mano que está em começo de trabalho. Esse é o mais próximo que a maioria chega do assunto “futebol”: análises rasas e burras. E fora do campo e bola é pior: não se fala (muito menos na Globo) sobre a administração mafiosa da CBF, do eterno presidente Ricardo Teixeira. Enfim…

O pior de tudo não é a Seleção perder, isso pertence ao futebol (e merece análises e conversas), o pior, pior de tudo mesmo, é o que vem depois…

Anúncios

One response to “Copa América e falar mal da Seleção

  1. Pingback: 4 pênaltis perdidos? Well, well, well… | FUTEBOL E MEMÓRIA·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s