Grande importância do futebol “pequeno”

Enquanto alguns pregam o fim ou quase dos campeonatos regionais, os estaduais, uma minoria defende seu reforço. Concordo que nosso calendário é muito mal organizado e os estaduais acabam jogando fora tempo, dinheiro e disposição. Tornam-se um problema quando perdidos, e inúteis quando vencidos. Isso, amigos,  com os times grandes!!! Qualquer competição para os ditos pequenos, e, nelas, qualquer jogo,  é importante.

Eu sempre gostei muito de futebol, tinha ido no estádio (só!) duas vezes  na campanha de 2004 do Santos – quando eles jogaram bastante no Teixeirão em São José do Rio Preto. Mas era muito pouco. Até que no ano passado me mudei para São Paulo e comecei a frequentar muito os jogos. Vou a jogos do Santos, já fui em alguns do São Paulo, estou planejando ver o Juventus da Mooca! Minha paixão pelo futebol foi renovada e aumentou absurdamente. Mas isso só foi possível porque fui morar na capital e pude vivenciar jogos por lá e em Santos.

Na cidade de onde eu venho, Votuporanga, ninguém tem essa vivencia ao torcer pelos grandes. Quando acontece algum jogo aqui por perto, muitos vão assistir, mas são casos isolados, que não envolvem completamente os torcedores por falta de frequencia. Aqui, os apaixonados assistem aos jogos pela TV e, em caso de título, vão beber umas na praça ou coisa assim. Fica faltando a experiência do antes, durante e depois do jogo no estádio. Ou, mesmo que o torcedor não vá ao estádio, experimentar o clima da cidade quando um jogo de futebol acontece.  Se isso não acontece com os grandes, os clubes “pequenos”, locais, com todo seu charme de um futebol com ares de amador, resolvem a situação.

Aqui por perto, o Clube Atlético Votuporanguense – segunda divisão do paulista – e o Mirassol – primeira divisão do Paulista -trazem essa emoção maior que é a vivência do jogo de futebol.  O Bragantino em Bragança, o Botafogo em Ribeirão, o Paulista de Jundiaí, Ferroviária de Araraquara e mesmo alguns maiores (clubes de médio porte, talvez?), de torcida mais fanática, como o Guarani e a Ponte Preta de Campinas.

Os “pequenos” podem até não ter uma torcida exclusiva, podem ser segundo time, mas isso não os torna menos importantes. Em Votuporanga, em um jogo do CAV, misturam-se nas arquibancadas corinthianos, palmeirenses, santistas, sãopaulinos, flamenguistas e toda sorte de gente. O mesmo acontece em Mirassol, em Ribeirão Preto…e, imagino eu,  em todas outras cidades de interior do país. Isso não evita que o clima da cidade mude. É só chegar um dia de jogo que começa, logo cedo, uma batucada em frente ao estádio, os bares abrem mais cedo, as ruas ficam movimentadas. Durante a partida é pura festa – não tanto quando o resultado não é bom, mas mesmo assim – e depois a cidade continua bonita, cheia de torcedores. Famílias inteiras vestidas com o uniforme do time da cidade saem do jogo e vão na sorveteria, em algum restaurante ou param na casa da vó. Os solteiros e solteiras vão para o buteco em frente ao estádio, que fica lotado de torcedores bebendo uma cervejinha e comendo um espeto. E, seguindo mais a frente, os outros e outros e outros bares vão estar cheios também.

Não vou nem começar a falar o que se passa durante os noventa minutos. Se eu for falar do quanto é bom para torcedores de TV a experiência de ver um gol no estádio, ou do quanto a criançada fica feliz e mais apaixonada por futebol, eu não paro mais de escrever. O que eu queria registrar aqui é a oportunidade que os times pequenos dão. Oportunidade, geralmente muito bem aproveitada, das pessoas viverem o futebol da melhor forma. Vendo o entorno de um jogo e a partida em si diretamente, sem intermediários. Com nossos “pequenos”, a cidade pode sentir o cheiro de churrasquinho, de cerveja, de multidão, de estádio; ouvir os sons, as conversas, as músicas, os gritos; pode sentar na arquibancada áspera, ficar em pé e comemorar in loco. Todos os cinco sentidos são trabalhados da melhor forma e o emocional vai a mil impulsionado pelo futebol.

Não sumam, pequenos…para nós vocês são gigantes!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s