Quem precisa da mídia?

A imprensa brasileira está chegando num nível insuportável. Todo dia na hora do almoço, a única opção de programação esportiva que eu tenho é o Jogo Aberto, da Band. Nem vou entrar no mérito da escolha bizonha dos participantes do programa (Neto, Renata Fan, aquele gordinho de quem não lembro o nome…). Posso até fazer um post sobre isso um dia, mas o foco agora é outro. Acho que o que salva ali é o Denílson, que tem uma opinião imparcial e é muito divertido e o Dr Osmar, que, apesar de Corinthiano, também fala a verdade sobre o time dele.

Mas nos programas dessa semana, e em especial o de hoje…

Bom, todo mundo sabe da lei do silêncio que impera no Palmeiras. Eu particularmente concordo com essa lei e posso até fazer um post sobre isso futuramente. Tem uns que concordam e outros que não. Tudo bem. Mas não é esse o foco agora.

O foco é: com essa lei do silêncio, começaram a surgir as tais piadinhas inevitáveis, e a Band tem sido autora da maioria delas. Eles se colocam como vítimas da situação. No programa de hoje, fizeram de tudo pra jogar o torcedor contra o clube: chegaram ao ponto de falar “nós adoraríamos falar sobre o Palmeiras. O torcedor palmeirense quer ver mais notícias do clube. Mas com a lei do silêncio, fica difícil”. Ora, vão pro inferno todos vocês! Todo dia o programa faz a mesma coisa: é Corinthians daqui, Corinthians dali, e mete o pau no Palmeiras: Kleber no Flamengo, Kleber não marca gol, Valdívia não joga, Felipão irritado, Frizo em crise. Porra! O Neymar ficou 1 mês sem marcar e ninguém fala nada. O Deco fica desde junho sem jogar e ninguém fala nada. O Adriano falta a 42 sessões de fisioterapia e ninguém fala nada. O Luís Fabiano se recuperou bem mais rápido que o Imperador e ninguém fala nada. Agora vem fazer draminha de que não tem o que falar do Palmeiras? Guardem esses dentes, hipócritas! Quando tem o que falar, vocês só metem a boca, falam 2 minutos e cortam pro Corinthians. Nunca recebem jogadores do Palmeiras, é só Corinthians, Corinthians, Corinthians.

Hoje tiveram a atitude ridícula de colocar um senhor de terno e gravata pra chamar uma suposta entrevista em que os patrocinadores do Palmeiras estão tristes que a exposição na mídia diminui assim. Mas não se deram nem ao trabalho de informar o nome do sujeito nem quem ele é, qual cargo tem, de que empresa é. Ora, se faz tanta falta assim falar do Palmeiras, o fato é que é muito melhor que a imprensa não fale nada que ficar metendo o pau o tempo inteiro.

Acredito que o tiro saiu meio pela culatra nessa entrevista: porque este senhor disse o tempo inteiro que o a instituição Palmeiras é muito maior que essa lei do silêncio.

Que o Palmeiras é um barril de pólvora, todo mundo sabe. Faltou faisquinha, foi, Band? Quem precisa de quem afinal? O Palmeiras precisa da mídia ou a mídia precisa do Palmeiras? Pra ficar tão putinhos assim, acho que sei quem é que tá perdendo nessa história.

E acho é bom.

Update: o Estadão, aquele jornal que dá mais notícias falsas que o Neto, publicou que o Kleber é do Corinthians! Estou no aguardo do Neto dar a mesma notícia. Porque, sabe, né? Ele já trouxe o Juan, o Tevez, o Seedorf, o Zidane, o Luís Fabiano, o Ganso e o Riquelme, vai que acerta mais um…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s