As marcas da mudança

Grandes jogadores e grandes estrelas voltarem para o Brasil, mesmo que no fim da carreira, para se reerguer, ou por pouco tempo:
Ronaldo, Roberto Carlos, Adriano, Ronaldinho Gaúcho, Juninho Pernambucano, Elano, Robinho, Fred, Deco.
Jogadores e bons jogadores estrangeiros serem contratados por clubes brasileiros:
Mirales, Renteria, Montillo, Conca (ok, ele já saiu, mas vale), D’Alessandro
Craques brasileiros, jovens estrelas, não saírem do país logo que brilham:
Essa talvez seja a principal e mais importante marca. Casemiro, Henrique, Lucas, Ganso, Neymar.

Muita, muita coisa mesmo, esta inclusa aqui. É um processo complexo, como só se pode ser. Entre os fatores temos a maior visibilidade do campeonato brasileiro. Colabora com ela a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, os olhos estão voltados para o Brasil.

Mas mais importante que isso, a melhor condição econômica do país – principalmente em relação aos outros países. Há mais dinheiro rolando por aqui, muito mais e com mais eficiência – enquanto a Europa vive uma crise gravíssima. Empresas e clubes se unem para pagar transferências e altos salários aos jogadores, é com dinheiro de patrocínio dessas empresas, e com os direitos de imagem de jogadores como Neymar e Ronaldo, que muitos jogadores se pagam e, assim, ficam/voltam  no/para o Brasil. Neymar não saiu, ele recebe um salário gigante e está sendo visto pelo Mundo inteiro (não por acaso está entre os 23 melhores jogadores do Mundo). Ronaldo recebia um alto salário, se associou ao Corinthians e pôde jogar enquanto seu corpo aguentou. Adriano voltou, foi e voltou de novo para se reerguer na carreira, com salário alto e boa visibilidade (não por acaso foi para o Corinthians). Ronaldinho Gaúcho, polêmicas à parte, voltou…e com salário extraordinário e visibilidade (não por acaso foi para o Flamengo).

E de todas essas marcas que coloquei no começo do post -que mostram uma inversão no vetor – a mais importante ainda está por vir. Neymar ficar entre os três melhores do Mundo e quiçá receber o prêmio de melhor jogador do Mundo jogando no Brasil, é isso que falta. Não esse ano, é difícil, mas o projeto do Santos é manter o jogador por mais tempo, e se ele continuar nessa crescente, isso pode acontecer. E ai as competições de futebol brasileiras estarão de vez no centro!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s