A imprensa esportiva conivente e a “ditadura Corinthians”.

O original está aqui.

Dentre as dezenas de “mesas-redondas” folclóricas do futebol ganha lugar de destaque  a da TV Gazeta de São Paulo, sem concorrentes humorísticos no horário.

Ali, o “Chefe de Reportagem”, o notório Chico Lang, não apenas grita incessantemente o nome de seu clube de coração (esticando ao máximo a pauta corintiana no ar), como vive a ofender – supostamente de brincadeira – os adversários:

“Aqui é Curíntia!“, brada no ar a cada tanto – em precioso e caro horário nobre –  o “Chefe de Reportagem” fanfarrão.

Um procedimento que provavelmente faz com que mova-se no túmulo o finado jornalista Cásper Líbero, mecenas e criador da Fundação que mantém a Rede Gazeta, para a qual deixou como herança sua fortuna pessoal, para a promoção do jornalismo isento…

Não se engane, leitor, sobre a aparente inofensividade do Tema e o descompromisso dos protagonistas.

Já vai longe o tempo em que o futebol era apenas uma diversão e gerador de personagens folclóricos; isso foi bem antes de João Havelange perceber, nos anos 60, que esse troço tendia a virar religião e poderia lavar, perdão, movimentar alguns bilhões de reais – somente no Brasil.

Vamos combinar: o tal do Havelange é um gênio e teve um insight idêntico ao do artista Andy Warhol que profetizou: “no futuro todos serão famosos por 15 minutos”. Pedro Bial que o diga.

Mas hoje por detrás desse negócio chamado futebol e do tempo de programação que ele possa vir a consumir há interesses gigantescos, por parte de patrocinadores.

A midia esportiva presta um grande serviço aos “capos” desse business, tratando-o na base da pantomima e de quebra amealhando “bandos de lokos” que consomem todo seu salário em camisas e dinheiro de ingressos. Uma fortuna.

Pois bem… Numa recente edição dessa “mesa”, o destemperado ex-jogador e técnico Mario Sérgio, convidado, desafinou o tema do convescote ao erguer o dedo na cara dos jornalistas presentes e bradar: “a imprensa esportiva não investiga nada!”.

A música parou momentaneamente e a festa ficou sem graça…

Escrevo este blog um dia depois do anúncio de mais uma convocação para amistoso sem importância, por parte do treinador da seleção brasileira –  e ex-técnico do Corinthians (que presta esclarecimentos ao  “diretor de seleções” – e coincidentemente ex-presidente do Corinthians”)…

(Caramba… a palavra Corinthians está se repetindo demais aqui...)

Seleção brasileira que já foi motivo de orgulho nacional e que a gestão de Ricardo Teixeira fez questão de solapar, a ponto de em alguns blogs a garotada já defender a torcida pela “garra uruguaia’. Isso é fato.

Bem ao gosto dos discípulos do “bando de lokos” da Zona Leste paulistana, a lista do “Mano” deixa, novamente, suspeitas no ar…

Se for feita uma enquete hoje no Brasil sobre qual a melhor dupla de volantes do País, dificilmente a parelha Ralf&Paulinho do Corinthians (que estrearia dois dias depois na Libertadores) não será a vitoriosa.

Mas outros quatro times brasileiros disputam a competição e tiveram jogadores convocados… O Santos, por exemplo, será privado de Neymar e Ganso, embora dispute exatamente a mesma competição. O Flamengo cederá Ronaldinho Gaúcho.

Já o Corinthians, atual campeão brasileiro, não cederá ninguém…

Para mudar um pouco de canal (mas não a ladainha), a Rede Bandeirantes, que entregou seu jornalismo esportivo aos cuidados do Milton “Merchan” Neves coloca diariamente no ar dois comentaristas fortemente ligados ao clube que acaba de ganhar Isenção de cerca de 600 milhões do poder público para – enfim – erguer seu estádio em Itaquera.

Na programação esportiva da Bandeirantes – seguindo a mesma linha “folclórica” – o time do Parque São Jorge é  tema onipresente, no ar. Parecem não existir outros clubes.

Logicamente,  sempre tendo ao fundo imagens ilustrativas de atividade esportiva do clube, onde desponta a marca dos patrocinadores do “Timão”, lógico…

Em função desses interesses milionários – e com a conivência de grande parte da midia esportiva – o futebol, antiga paixão do povo brasileiro, tende a perder credibilidade e interesse, exatamente como vem acontecendo com a seleção brasileira.

Parece paradoxal afirmar isso no auge do esporte, que arregimenta multidões.

Mas não se esqueça de que João Havelange montou seu império num momento em que o futebol parecia uma simples diversão e jogadores estavam longe de ser celebridades remuneradas em milhões.

E tirando a fortuna do Sarney, tudo que sobe, desce…

Chegou o momento de tratar o tema a sério, com a formação de uma Liga independente que tire o futebol da esfera do poder político (leia-se CBF e conchavos).

E o passo seguinte é uma bela limpeza na midia esportiva, com jornalistas que cumpram seu dever profissional: informar e investigar. E não fazer apologia e “babar ovo” em cima de notórios dirigentes de clubes que estão, inclusive, sob investigação da Polícia Federal.

Rest In Peace, jornalista Cásper Líbero…

Anúncios

3 responses to “A imprensa esportiva conivente e a “ditadura Corinthians”.

  1. Cara o ki eu tenho a dizer para a imprensa paulista, só lamentações , em são paulo tem cinco times grandes santos , são paulo, gambás, palmeira e portuguesa, em todos programas esportivos sempre o gambas tem ki ter a maior pauta nos programas esportivos.eu deixo uma frase para os corinthianos,(A MAIOR TORCIDA DO MUNDO FAZ A DIFERENÇA,,CLUBE DE REGATAS FLAMENGO).É FLAMENGO PORRAA!

  2. Rapaz, compartilho disso, e sei que não estou só, infelizmente temos que garimpar pela internet para desfrutar de opiniões isentas de patrocinio que digam a verdade sem nenhum compromisso, parabens pelo texto, pq sentar e ligar a TV para assistir essa palhaçada deixou de ser lazer, deixou de ser informativo, é uma pena, pelo ao menos as rádios ainda não estão “completamente” tomadas como o scanais televisivos, e a Internet ainda é livre para cada um se expressar, e de qq maneira que o Brasil e seu futebol seja pros brasileiros e não para os Gambás!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s